sábado, 23 de setembro de 2017

Prefeitura paga benefícios do Bolsa Atleta

2017-09-22 12:11:00 - Jornalista: Tatiana Gama
Compartilhe:  
  •  
  •  
  •  
Imagem de surfistas no mar
Foto: Arquivo Secom
Programa é voltado para atletas de rendimento e residentes no município
Os 137 contemplados do Programa Bolsa Atleta já podem receber seus benefícios, em qualquer agência do Banco Itaú. A ordem de pagamento está disponível desde esta quinta-feira (21). O atleta ou responsável, quando for menor, deverá dirigir-se a agência bancária munidos de documentos pessoais, tendo o prazo de 30 dias para a retirada. As próximas parcelas serão em outubro e novembro.
A recomendação da Secretaria Municipal de Esportes é realizar a prestação de contas, por meio de carta de próprio punho, mensalmente. A recomendação visa facilitar o processo da prestação de contas, que deve ser feito até 30 dias após o recebimento da última parcela.

O Programa Bolsa Atleta destina-se a atletas de rendimento, residentes no município e que participem de modalidades que fazem parte dos Programas Olímpicos, Paraolímpicod e Não-Olímpicos, filiados e regulamentados por federações, confederações e ligas desportivas.

Foram contemplados 75 atletas da categoria A (a partir de 14 anos de modalidades individuais e/ou coletivas participantes de competições estaduais, regionais e municipais); 36 na categoria B (a partir de 14 anos de modalidades individuais e/ou coletivas integrantes do ranking nacional e/ou participantes de competições nacionais da modalidade); 01 da categoria C (a partir de 14 anos de modalidades individuais e/ou coletivas que integrem a seleção nacional da modalidade esportiva); e 25 da categoria E (a partir de 14 anos de modalidades individuais e/ou coletivas que tenham participado de Campeonatos Mundiais e/ou Jogos Olímpicos mais recentes ou participarão do próximo).

Os valores mensais da bolsa variam de R$ 350,00 a R$ 3 mil, de acordo com as categorias.

Provas do Processo Seletivo prosseguem neste domingo

2017-09-23 12:29:00 - Jornalista: Equipe Secom
Compartilhe:  
  •  
  •  
  •  
foto de candidatos chegando na cidade universitária para realizar o processo seletivo.
Foto: Anna Chaffin
Cidade Universitária recebeu candidatos em busca de uma vaga no Processo Seletivo
Começou neste sábado (23) a aplicação das provas do Processo Seletivo da Prefeitura de Macaé. Com cerca de 25 mil inscrições, o processo é uma oportunidade de emprego para 1.300 pessoas. Nesta manhã de sábado (23), a Cidade Universitária e a Universidade Estácio de Sá receberam os candidatos que realizaram as provas de ensino fundamental incompleto. No turno da tarde (de 14h às 17h), além da Cidade Universitária e da Universidade Estácio de Sá, o Colégio Municipal Maria Izabel Damasceno Simão, o Instituto Federal Fluminense (IFF) e o Colégio Estadual Luiz Reid também recebem os inscritos a cargos de ensino fundamental completo.
Muitos candidatos visam no Processo Seletivo a chance de voltar ao mercado de trabalho, como é o caso da Regina Braz, moradora de São João da Barra, que está há mais de 3 anos desempregada. "Seria uma conquista. Conseguir um emprego em uma época tão difícil", afirmou. Além dela, sua irmã, Adriana Braz, também participa do processo. "Quero ter o meu trabalho e poder ajudar em casa", disse Adriana.

Pessoas de diferentes locais e também da cidade realizam a prova e aspiram oportunidade. "Faço cocadas para vender, mas não é algo certo. Têm dias que tem, têm dias que não, e aí bate um desespero. Preciso muito trabalhar e a prova é uma oportunidade. Meu esposo, que está desempregado há 3 anos, também vai fazer", afirmou Alessandra Oliveira.

A família de Alexandre Carvalho também vê no Processo Seletivo o caminho para a segurança financeira. "Estou desempregado há dois anos. Minha esposa e sobrinho, que moram comigo, também estão. Vivemos de bico, mas não está dando certo. É a nossa chance de buscar renda certa", afirmou Alexandre.

As provas terminam amanhã (24) e os candidatos devem ficar atentos aos locais e horários onde serão realizadas. E não esquecer de levar o documento de identificação original e caneta azul ou preta.

Vagas

O Processo Seletivo destina-se ao preenchimento de 41 cargos de níveis fundamental completo e incompleto; médio; médio técnico e superior, com contrato de um ano, prorrogável por igual período. A previsão para o início do trabalho é 2 de outubro. Os salários variam de R$ 1 mil a R$ 7 mil. As 1.300 vagas são nas áreas de saúde, educação, infraestrutura e desenvolvimento social. Cerca de 25 mil candidatos se inscreveram para o processo.

A divulgação do gabarito da prova objetiva estará disponível no site da prefeitura a partir da próxima segunda-feira (25). Conforme o edital do processo, o resultado provisório estará disponível a partir do dia 27 e o resultado final no dia 30. A previsão para início da vigência do contrato é 2 de outubro.

Domingo (dia 24)

Nível médio (manhã - 9 às 12 horas)

Cidade Universitária - Rua Aloísio da Silva Gomes, 50, Granja dos Cavaleiros

Universidade Estácio de Sá - Rua Luís Carlos de Almeida, 113 - Granja dos Cavaleiros

Colégio Municipal Maria Izabel Damasceno Simão - Rua Dr. Francisco Portela, 410 - Centro

Instituto Federal Fluminense (IFF) - Rodovia Amaral Peixoto, s/n - Imboassica

Colégio Estadual Luiz Reid - Rua Teixeira de Gouveia, 942 - Centro

Técnico e superior (tarde - 14 às 17 horas)

Cidade Universitária - Rua Aloísio da Silva Gomes, 50, Granja dos Cavaleiros

Divulgamos ativos para desinvestimentos em campos terrestres

22.Set.2017
compos terrestres.jpgIniciamos a etapa de divulgação das oportunidades (teasers), referentes à cessão da totalidade de seus direitos de exploração, desenvolvimento e produção em cinco conjuntos de campos terrestres (totalizando 19 concessões), localizados nos estados do Ceará, Rio Grande do Norte e Sergipe, conforme tabela abaixo.
Estado
Polos
Concessões
Ceará
(2 concessões)
Fazenda Belém e Icapuí
Rio Grande do Norte
(7 concessões)
Aratum, Lagoa do Aroeira, Macau, Porto Carão, Salina Cristal, Sanhaçu e Serra
Sergipe
(6 concessões)
Aruari, Angelim, Aguilhada, Atalaia Sul, Brejo Grande e Ilha Pequena
(3 concessões)
Castanhal, Mato Grosso e Siririzinho
(1 concessão)
Riachuelo
                                
A nossa parcela na produção média de petróleo e gás natural desses campos, no ano de 2016, foi de 17,4 mil barris de óleo equivalente por dia.

Somos operadora de todas as concessões, com 100% de participação, à exceção do campo de Sanhaçu, no qual somos operadora e detemos 50% de participação e a Petrogal detém os 50% restantes.

Os teasers, que contêm as principais informações sobre cada uma das oportunidades, bem como os critérios objetivos para a seleção de potenciais participantes, estão disponíveis no site da Petrobras.

Além do teaser, as principais etapas subsequentes de cada um dos cinco polos serão divulgadas, conforme abaixo:

·    Início da fase não-vinculante (quando for o caso);
·    Início da fase vinculante;
·    Concessão de exclusividade para negociação (quando for o caso);
·    Aprovação da transação pela alta administração (Diretoria Executiva e Conselho de Administração) e assinatura dos contratos;
·    Fechamento da operação (closing).

A presente divulgação ao mercado está em consonância com a sistemática para nossos desinvestimentos, que foi revisada e aprovada pela nossa Diretoria Executiva e está alinhada às orientações do Tribunal de Contas da União (TCU).
Veja também:
Postado em: [Atividades]

Campus Quissamã realiza homenagem ao Barão de Monte Cedro

Evento

Evento é uma parceria entre o IFFluminense, a Essentia Editora e a Prefeitura Municipal de Quissamã.
por Campus Quissamã com Comunicação Social da ReitoriaPublicado11/09/2017 13h07,Última modificação12/09/2017 16h22
Engenho Central de Quissamã, cuja instalação foi resultado da atuação do Barão de Monte Cedro junto a produtores rurais do Norte Fluminense e à Corte do imperador D. Pedro II.
Engenho Central de Quissamã, cuja instalação foi resultado da atuação do Barão de Monte Cedro junto a produtores rurais do Norte Fluminense e à Corte do imperador D. Pedro II.
 O município de Quissamã receberá na próxima sexta-feira, dia 15 de setembro de 2017, o evento que não só homenageia o Barão de Monte Cedro e sua trajetória como visionário da agroindústria para todo o país, mas também conta com o relançamento de seu livro "Estudos Agrícolas". O objetivo é propiciar discussões sobre vocações regionais, agroindústria no Norte Fluminense e o papel do Instituto Federal Fluminense no desenvolvimento local e regional.
 As atividades programadas terão início às 9 horas, com a Cerimônia de Homenagem ao Barão no auditório do Campus Quissamã, seguida de três mesas-redondas. O encerramento acontecerá na Praça Matriz de Quissamã, às 21h, com o relançamento do livro.
 O livro “Estudos Agrícolas”, que consta do catálogo de Obras Raras da Biblioteca Nacional, será relançado pela Essentia Editora do Instituto Federal Fluminense, como volume 3 da Série Memórias Fluminenses, cujo objetivo é a publicação ou republicação de livros referenciais para a história, a memória e as identidades culturais no âmbito das regiões de atuação do IFF, de forma a possibilitar a ampliação do conhecimento e compreensão da territorialidade fluminense. A obra clássica de autoria de João José Carneiro da Silva, o Barão de Monte Cedro, foi originalmente publicada em dois volumes, nos anos de 1872 e 1875.
 O Barão de Monte Cedro, filho e irmão de dois membros influentes da elite brasileira ao longo do século XIX – primeiro e segundo Viscondes de Araruama –, formou-se no prestigiado curso de Ciências Jurídicas da Faculdade do Largo de São Francisco, na cidade de São Paulo, onde foi colega de turma de dois ex-presidentes da Primeira República, Campos Salles e Prudente de Morais. Ao longo de sua vida, destacou-se na produção agrícola, no beneficiamento de insumos do campo e na vida política do interior da antiga província do Rio de Janeiro; deixou quase uma dezena de livros publicados antes de falecer prematuramente, em 1882, com apenas 41 anos de idade.
 O relançamento ocorrerá em um território local que inspira a própria obra e que, atualmente, vem se reinventando numa conjuntura de crise econômica e buscando suas próprias raízes fortemente fincadas na produção agropecuária e no beneficiamento de insumos do campo. Historicamente, este mesmo território abrigou o Engenho Central de Quissamã, cujo parque industrial, que atualmente se encontra em ruínas, foi o primeiro gerido em regime de cooperativa na América do Sul. A instalação do engenho foi resultado da atuação do Barão de Monte Cedro junto a produtores rurais do Norte Fluminense e à Corte do imperador D. Pedro II.
 No dia 12 de setembro de 2017, na mesma semana em que acontecerá o relançamento da obra do Barão de Monte Cedro, comemoram-se os 140 anos de fundação da velha Usina de Quissamã, cuja comunidade local hoje luta para o seu tombamento.
 Aline Estaneck, diretora-geral do IFF Quissamã, afirma que a instituição “deseja contribuir para o desenvolvimento local e regional valorizando as vocações regionais e, portanto, é chegada a hora de levantarmos discussões acerca das perspectivas da Agroindústria e da Agricultura Familiar no Norte Fluminense e como o Instituto Federal Fluminense pode fazer parte desse avanço”, ressalta.
 Confira a programação na imagem abaixo:
Programação evento Barão de Monte Cedro

ARBORIZAÇÃO

Mobilização ambiental leva plantio e distribuição de mudas para moradores da Augusto Montenegro

23/09/2017 12:55
Em alusão ao Dia da Árvore, comemorado na quinta-feira,21, a Prefeitura de Belém em parceria com o Instituto Social, Educacional e Ambiental da Amazônia (Isedam) realizou na manhã deste sábado,23, uma mobilização ambiental na Avenida Augusto Montenegro.
Cerca de 20 mudas de Ipês e  quatro de Flamboyant foram plantadas em frente aos Conjuntos Natália Lins e Paulo Fonteles. As espécies são arbóreas e crescem em três anos, sendo ideais para o paisagismo urbano.
A ação foi coordenada pelo Gabinete de Gestão Integrada Municipal de Belém (GGIM) em parceria com o Isedam, que é um instituto educacional e social voltado para a preservação do meio ambiente, e contou com a participação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma). Segundo a secretária executiva do GGIM, Martha Falcoski, a parceria entre comunidade e prefeitura é fundamental nesse tipo de mobilização. “O envolvimento de todos é primordial nessas ações, principalmente os moradores da área, que serão os mais beneficiados com esse plantio”, declarou.
Distribuição de mudas - Além do plantio, a ação levou ao calçadão da Avenida Augusto Montenegro teste de glicemia, aferição da pressão arterial e a distribuição de 300 mudas das espécies Mini Ixora, Dracena Fita-Verde e Duranda, todas ornamentais.
A aposentada Maria do Carmo Carneiro, levou três mudas para casa. “Adoro ver minha casa cheia de planta, estou levando a Duranda e a Dracena. Elas são para paisagismo, é só cuidar direito que elas ficam lindas”, disse a aposentada que elogiou a ação da prefeitura. “Tenho um comércio aqui na frente e acho muito importante esse plantio.Nós precisamos ficar de olho e cuidar direitinho, isso é benefício para nós. Já estou até vendo essa área toda florida”, brinca.
O pequeno Enzo Silva, de apenas 6 anos, não perdeu tempo e foi garantir a sua muda ao lado da mãe, Maria Rosa Silva, que incentivou o filho. “Ele viu a distribuição e pediu uma, na hora me prontifiquei e fui pegar. Acho importante colocar, desde cedo, a importância do meio ambiente. Como moramos em apartamento, fica difícil a sobrevivência da planta, mas existe um área no condomínio, onde podemos plantar e cuidar dela. Precisamos sempre fazer a nossa parte”, afirma.
 
Por Victor Miranda

Provas do Processo Seletivo prosseguem neste domingo

2017-09-23 12:29:00 - Jornalista: Equipe Secom
Compartilhe:  
  •  
  •  
  •  
foto de candidatos chegando na cidade universitária para realizar o processo seletivo.
Foto: Anna Chaffin
Cidade Universitária recebeu candidatos em busca de uma vaga no Processo Seletivo
Começou neste sábado (23) a aplicação das provas do Processo Seletivo da Prefeitura de Macaé. Com cerca de 25 mil inscrições, o processo é uma oportunidade de emprego para 1.300 pessoas. Nesta manhã de sábado (23), a Cidade Universitária e a Universidade Estácio de Sá receberam os candidatos que realizaram as provas de ensino fundamental incompleto. No turno da tarde (de 14h às 17h), além da Cidade Universitária e da Universidade Estácio de Sá, o Colégio Municipal Maria Izabel Damasceno Simão, o Instituto Federal Fluminense (IFF) e o Colégio Estadual Luiz Reid também recebem os inscritos a cargos de ensino fundamental completo.
Muitos candidatos visam no Processo Seletivo a chance de voltar ao mercado de trabalho, como é o caso da Regina Braz, moradora de São João da Barra, que está há mais de 3 anos desempregada. "Seria uma conquista. Conseguir um emprego em uma época tão difícil", afirmou. Além dela, sua irmã, Adriana Braz, também participa do processo. "Quero ter o meu trabalho e poder ajudar em casa", disse Adriana.

Pessoas de diferentes locais e também da cidade realizam a prova e aspiram oportunidade. "Faço cocadas para vender, mas não é algo certo. Têm dias que tem, têm dias que não, e aí bate um desespero. Preciso muito trabalhar e a prova é uma oportunidade. Meu esposo, que está desempregado há 3 anos, também vai fazer", afirmou Alessandra Oliveira.

A família de Alexandre Carvalho também vê no Processo Seletivo o caminho para a segurança financeira. "Estou desempregado há dois anos. Minha esposa e sobrinho, que moram comigo, também estão. Vivemos de bico, mas não está dando certo. É a nossa chance de buscar renda certa", afirmou Alexandre.

As provas terminam amanhã (24) e os candidatos devem ficar atentos aos locais e horários onde serão realizadas. E não esquecer de levar o documento de identificação original e caneta azul ou preta.

Vagas

O Processo Seletivo destina-se ao preenchimento de 41 cargos de níveis fundamental completo e incompleto; médio; médio técnico e superior, com contrato de um ano, prorrogável por igual período. A previsão para o início do trabalho é 2 de outubro. Os salários variam de R$ 1 mil a R$ 7 mil. As 1.300 vagas são nas áreas de saúde, educação, infraestrutura e desenvolvimento social. Cerca de 25 mil candidatos se inscreveram para o processo.

A divulgação do gabarito da prova objetiva estará disponível no site da prefeitura a partir da próxima segunda-feira (25). Conforme o edital do processo, o resultado provisório estará disponível a partir do dia 27 e o resultado final no dia 30. A previsão para início da vigência do contrato é 2 de outubro.

Domingo (dia 24)

Nível médio (manhã - 9 às 12 horas)

Cidade Universitária - Rua Aloísio da Silva Gomes, 50, Granja dos Cavaleiros

Universidade Estácio de Sá - Rua Luís Carlos de Almeida, 113 - Granja dos Cavaleiros

Colégio Municipal Maria Izabel Damasceno Simão - Rua Dr. Francisco Portela, 410 - Centro

Instituto Federal Fluminense (IFF) - Rodovia Amaral Peixoto, s/n - Imboassica

Colégio Estadual Luiz Reid - Rua Teixeira de Gouveia, 942 - Centro

Técnico e superior (tarde - 14 às 17 horas)

Cidade Universitária - Rua Aloísio da Silva Gomes, 50, Granja dos Cavaleiros

23 SETEMBRO | MAR À TONA E FEIRA DIVERCIDADE

{Titulo da Noticia}
Depois do Grafite e do Funk, o projeto MAR à tona convida o público a discutir os usos culturais da rua por meio de diferentes pontos: refugiados que ocupam a cidade com feiras e atividades em espaços públicos,  rodas culturais que semanalmente tomam cerca de 100 espaços por todo o Rio de Janeiro. Essas e outras práticas promovem sociabilidade nos espaços da cidade e são submetidas a relações ambivalentes com o Estado que pode afirmar ou reprimir a cultura das ruas.

O evento promove feira de comidas e artesanato com a Associação Mawon (das 10h às 18h) e apresentações musicais durante o dia.

SERVIÇO
Data: 23 de setembro
Local: Pavilhão de Exposições | Sala de Encontro

PROGRAMAÇÃO
10h às 18h - Feira da DiVerCidade com a Associação Mawon
Apoio: Chega Junto
10h às 11h - DJ Bob Selassie (set de músicas latinas, caribenhas e africanas)
11h às 12h - Dj Bibo Bassini (set de músicas brasileiras)
12h às 13h - Congo Folklorico (Artistas do Congo)
13h às 14h - Comodoro
14h às 16h - Conversa: Espaço Público e os possíveis usos da cidade
16h às 17h - Fábrica Nômade Sonora
17h às 18h - Chico Chico e João Mantuano

Conheça os convidados para o debate